O Instituto Cervantes de São Paulo apresenta Encuentros Musicales en el Cervantes, uma série de concertos que levarão ao público um conteúdo musical de alto nível, no Auditório do Instituto.

São concertos de diferentes estilos musicais que destacam a música de alto nível produzida em São Paulo. A Música Espanhola, a Música Clássica e o Violão, instrumento musical fortemente ligado à cultura espa-nhola, marcam presença na diversa programação que está sendo lançada em 2016. As apresentações acontecem uma vez por mês, sempre aos sábados pela manhã, no Auditório do Instituto Cervantes.

Estudantes e funcionários do Cervantes têm 50% de desconto na entrada para as atividades pagas. Aproveite!

ENCUENTROS MUSICALES EN EL CERVANTES
– programação primeiro semestre 2017 –

São Paulo
11-Fev meio-dia – Tresillo Trio: Tangos e Boleros
04-Mar meio-dia – Amadeu Rosa: Música Antiga – Altoguitar e Violão
08-Abr meio-dia – Violão e Ponto – o Clube do Violão Solo
12-Mai 19h30 – Eduardo d’Medeiros: Música Flamenca
13-Mai 10h – Masterclass Eduardo d’Medeiros
10-Jun meio-dia – Giselle Reis – Concerto Olé Andalucía (https://youtu.be/_6FD87-WKI4)
08-Jul meio-dia – Cecília Massa – Concerto 7 Canciones Populares Españolas – Manuel de Falla

Porto Alegre
11-Mai 20h30 – Eduardo d’Medeiros: Música Flamenca
10-Ago 20h30 – Duo Pujol: Música Erudita Flauta Transversal e Violão

Ingressos pelo site www.bilheteria.com
Mais informações: contato@acmusicais.com
Realização: Instituto Cervantes de São Paulo
Produção: Acalanto Produções Musicais
Apoio: Embaixada da Espanha no Brasil

2017S1 Flyer 04

TRESILLO TRIO

Tresillo Trio apresenta no Cervantes seu show de tangos e boleros, em um projeto de valorização da cultura latinoamericana. A apresentação traz músicas de vários países de nossa região. O tango, o bolero e o chorinho são alguns dos estilos que formam o show e que colocam em pauta características regionais de nosso continente, seu povo, sua poesia, seus amores e até mesmo seu humor. Formado por Paulo Souza (gaita), Thiago Brisolla (violino e bandolim) e Fernando Alves (violão).

AMADEU ROSA

Amadeu com violão 6 cordas: https://youtu.be/IaZbJgyuDxY
Amadeu com o Altoguitar https://youtu.be/dTx6TRL1sLg

Premiado nos mais importantes concursos de violão no Brasil, Amadeu Rosa é Mestre em Ensino das Práticas Musicais pela UNIRIO. Apresenta-se com frequência nas mais importantes séries de música e salas de concertos do Brasil, destacando a Série “Violão no MASP” e Projeto “Movimento Violão”. Participou das gravações do Cd “Movimento Violão – Ano III” e do CD “Mestre dos Mestres – Uma homenagem a Henrique Pinto”. Participou de gravações para Rádio e TV, como a Rádio MEC FM (RJ), Rede Boa Vontade (SP) e SESC TV (SP), ministrou masterclasses e participou como jurado de concursos de violão. No ano de 2010, fez sua estreia internacional apresentando recital solo na Kammermusiksaal da Musik – und Singschule Heidelberg, na Alemanha. Nos anos de 2012/2013 frequentou a classe de Hubert Käppel, na Koblenz International Guitar Academy de Koblenz, Alemanha, onde também se apresentou frequentemente.

Atualmente, Amadeu Rosa leciona violão na Escola Municipal de Música de Votorantim “Maestro Nilson Lombardi” e se prepara para o lançamento de seu primeiro livro “Violão e Ornamentação Barroca: Um manual de técnica violonística”.

EDUARDO D’MEDEIROS – GUITARRA FLAMENCA

https://youtu.be/jkph11gjmGc | https://youtu.be/-_JV3L_togQ

Eduardo d’Medeiros, nasceu na cidade de Rio Grande/RS. Iniciou seus estudos em música no ano de 1999. É Licenciado em Música com Habilitação em Violão pela UFPEL/RS, graduando-se no ano de 2013, ano mesmo em que passou a integrar o corpo docente do curso de música da UFRR.

O repertório será de música flamenca e clássica incluindo autores como Paco de Lucía, Vicente Amigo e Gerardo Nuñez entre outros.

¡Olé Andalucía! – com a soprano Giselle Reis acompanhada por violão

https://www.youtube.com/watch?v=_6FD87-WKI4

Cheio de magia é o universo andaluz, recheado de arte, beleza, mistério e alegria! Essa região ao sul da Espanha, chamada Andaluzia, esteve durante muito tempo sob o domínio dos árabes e guarda ainda sua herança na arquitetura, culinária, cultura, dança, música e na língua. Cidades como Granada, Málaga ou Sevilha ficam gravadas no coração de quem as visita para sempre. Andaluzia tem esse encanto.

CECÍLIA MASSA – 7 CANCIONES POPULARES ESPAÑOLAS DE MANUEL DE FALLA
https://www.youtube.com/watch?v=8yRpU1aVGh4

As 7 canções populares espanholas do compositor espanhol Manuel de Falla (1876-1946) foi escrita em 1914 originalmente para voz e piano, foi dedicada à Madame Ida Godebska. Neste projeto, as 7 canções serão realizadas por violão e voz a partir do consagrado arranjo do guitarrista catalão Miguel Llobet Solés. As sete canções: El paño moruno; Seguidilla murciana; Asturiana; Jota; Nana; Canción; e Polo são de textos e melodias provenientes de diversas regiões da Espanha estruturadas pelo compositor de Cadiz, Andaluzia. Tais canções foram descritas na época por autores como Federico Garcia Lorca e Roman Kowal como a verdadeira expressão e espírito espanhol numa junção infinita de felicidade, traição, ódio e amor.

SOPRO CONTINUUM

O Sopro Continuum é um conjunto de câmara dedicado a trazer vida para a música brasileira e europeia de tempos passados, além de estimular e divulgar novas composições e arranjos de compositores brasileiros. Através da pesquisa de repertórios, estilos musicais de diferentes épocas e instrumentos antigos, o grupo resgata e apresenta o repertório do Brasil Colonial com a vivacidade contemporânea, por meio de arranjos elaborados para a sua formação. Formado por Larissa Lacerda (soprano), Diego Alves (violoncelo), Guilherme dos Anjos (flautas doces e oboé barroco), Helena Zanin (flautas doces e traverso barroco) e Romeu Manson (cravo).

DUO PUJOL – FLAUTA E VIOLÃO

Canções originárias de Andaluzia ou que apresentam temáticas dessa região.
Formado pelos músicos Fabio Ferreira (Minas Gerais) e Lucas Vieira (São Paulo), O Duo de flauta e violão iniciou suas atividades em 2014 no programa universitário de concertos organizados pelo Laboratório de Música de Câmara da Escola de Comunicações e Artes em São Paulo. Desde então tem desenvolvido uma larga atividade de estudos, formação e divulgação de repertórios originais para os instrumentos em importantes espaços culturais. Com um repertório diversificado que compreende desde obras clássicas até compositores contemporâneos, o duo vem se apresentando em importantes espaços culturais e já conquistou o título de menção honrosa na 23° Mostra “Nascente”, promovida pela pró-reitoria de cultura e extensão da USP, e o primeiro lugar no XVIII concurso nacional de violão “Musicalis”, no turno música de câmara.